pt en
+ -

HDI Seguros

Olá, sou a Sofia, atendente virtual da HDI. Por favor me conte no que posso te ajudar.

Novidades

Como valorizar o preço do carro?

Publicado em 28/06/2019

Sair da concessionária com um veículo zero quilômetro cheirando a novo é um dos maiores prazeres para os amantes de direção. No entanto, antes de realizar esse sonho, é fundamental prestar atenção à revenda do automóvel anterior, a fim de evitar prejuízos. De acordo com a FGV, a venda de carros usados no país é agora cinco vezes maior do que a novos, tornando-se uma excelente oportunidade para o repasse. Com isso em mente, preparamos algumas dicas para você valorizar o seu contrato. 

 

  1. Cheiro de 0km

    Quem está acostumado a realizar negócios sabe que a manutenção das peças originais é um ótimo diferencial. Uma boa sugestão é guardar o manual e a chave reserva, já que dentro do manual estão os carimbos das revisões obrigatórias e outras informações para o novo dono. Se ainda for possível fazer reversões em algumas customizações, essa é uma boa hora para trocar aquele farol xênon ou algum adereço que foge do padrão de fábrica.

    Investir na preservação e limpeza também é vital. Embora seja um conselho comum, algo que pode afastar compradores é o fato de o produto não apresentar sinais de conservação ou mesmo higienização básica. Isso vale para odores, já que ninguém gosta de conviver com um cheirinho desconfortável durante um passeio. Quem ama dirigir, sabe que é primordial evitar comer dentro do veículo e que sujeiras como areia e barro devem ser lavadas o mais rápido possível.
     
  2. Manutenção e investimento

    Para alguns especialistas, a comprovação da “saúde” do produto pode ser feita com a apresentação dos comprovantes de manutenção. Apresentar o histórico de visitas do carro ao mecânico é uma forma de aumentar seu poder de barganha na hora de analisar o preço da desvalorização. Isso vale para trocas de pastilhas, pneus, vidros e outras peças.

    Alguns adicionais também são ótimas opções para ampliar o preço de mercado do seu auto. Já que o verão tende a ser rigoroso no país, oferecer um ar-condicionado pode aumentar a chance de encontrar compradores, além de adicionar um extra ao preço. Já o estofado é outro item que pode atrair compradores e, dependendo do material, diferenciar o produto frente às opções tradicionais do mercado.
     
  3. Detalhes simples

    Outra boa opção é selecionar bem a cor do automóvel, pois modelos que possuem coloração prata, preto e até mesmo brancos, possuem maior procura no país, justamente por serem padrões. Dependendo do comprador, uma variação muito chamativa (com cores muito fortes, como rosa e amarelo) podem afastar possíveis negócios.

    Embora não possa ser considerada uma dica, é imprescindível estar com a documentação em dia na hora de fazer negócio. Além de se transformar em um facilitador da revenda, multas e IPVA pagos são ótimos instrumentos de barganha para o financiamento, além de agilizarem todo processo de transferência do carro.

    Antes de investir em um 0 km, aproveite para pesquisar preços e saiba como ampliar o leque de opções na hora de revender. Esteja sempre atento ao valor de mercado do seu veículo e escolha uma hora estratégica dentro do calendário nacional.

    Se você pretende comprar ou vender um veículo, pode contar com o HDI AUTO para manter a manutenção do seu carro em dia, com assistências e coberturas projetadas para atender às necessidades da sua rotina. Entre em contato com o seu corretor de confiança, ou se preferir, acesse o nosso site!
Dúvidas?