pt en
+ -

HDI Seguros

Olá, sou a Sofia, atendente virtual da HDI. Por favor me conte no que posso te ajudar.

Novidades

7 contribuições para um trânsito mais seguro

Publicado em 21/09/2022

O intenso fluxo de veículos nas ruas, infelizmente, é marcado por posturas inadequadas e conflitos. Essas ações, comuns no dia a dia de quem dirige, podem resultar em situações como brigas e, em casos mais graves, acidentes. Em contrapartida, boas condutas e respeito promovem um ambiente mais amigável em que há o fortalecimento do senso de coletividade entre motoristas e pedestres. 

 

Pensando em fomentar a positividade nesse âmbito social, listamos 7 formas de contribuir para um fluxo de veículos mais seguro, a partir da proposta de “quem você deseja encontrar no trânsito”, para a Semana Nacional do Trânsito. Confira!

 

  1. Seja flexível com o outro

    Ter o famoso jogo de cintura é algo essencial para diversos momentos da vida, inclusive na hora de dirigir. Sempre que estiver envolvido em uma situação no trânsito, desculpe a pessoa que cometeu o erro.
     
  2. Entenda que todos são passíveis de erro 

    Da mesma forma que é importante aceitar as desculpas de alguém, é necessário ser humilde e compreender que você também pode errar. Logo, em caso de falhas, peça desculpas e contribua com um movimento mais pacífico.
     
  3. Esteja concentrado

    Utilizar o celular, além de ser considerado uma infração, tira a atenção na pista. Portanto, enquanto dirige, mantenha-se 100% atento aos veículos e pedestres ao redor e às sinalizações no trânsito. 
     
  4. Utilize o cinto de segurança 

    O principal objetivo do cinto de segurança é proteger a vida e diminuir consequências em caso de acidentes. Ele é um dispositivo de proteção obrigatório tanto para o motorista quanto para os demais passageiros, e a não utilização é passível de multas. 
     
  5. Se beber, não dirija 

    Álcool e direção, definitivamente, não combinam. A bebida alcoólica, mesmo em pequenas quantidades, pode mudar a percepção do motorista em relação ao mundo à sua volta, diminuindo seus reflexos. Caso o consumo seja uma possibilidade, busque alternativas de locomoção, como ir de carona com uma pessoa que não vai beber, ou utilizar carros de aplicativos, por exemplo. 
     
  6. Velocidade não é a solução 

    Assim como a bebida alcoólica, a velocidade não é uma aliada dos motoristas. Além de gerar muitos riscos às pessoas do veículo e a terceiros, exceder os limites de velocidade também é uma infração grave. 
     
  7. Seja gentil com pedestres 

    Redobre atenção ao se aproximar de uma faixa de travessia de pedestre, principalmente as que não possuem semáforos. E caso perceba que outros motoristas não diminuíram a velocidade, acene para que o pedestre não inicie a travessia. Lembre-se de que você também é um transeunte e pode passar pelas mesmas situações em outros momentos.  

    Para ajudar a construir um ambiente de interação mais tranquilo, as práticas indicadas acima devem ser contínuas. Por isso, vamos deixar uma dica extra: seja persistente. Apenas praticando ações como essa diariamente é que teremos a possibilidade de ser a pessoa que desejamos encontrar no trânsito.
Dúvidas?