pt en
+ -

HDI Seguros

Olá, sou a Sofia, atendente virtual da HDI. Por favor me conte no que posso te ajudar.

Novidades

A diferença: coronavírus, COVID-19 e SARS CoV-2

Publicado em 06/05/2020

Desde o final do ano de 2019, o mundo foi pego de surpresa com a pandemia global do novo coronavírus. Com milhares de pessoas infectadas em todo o mundo pelo SARS-CoV-2, é fundamental estar bem-informado para garantir a sua segurança neste momento.

 

Embora o assunto esteja em todos os noticiários, algumas dúvidas ainda são recorrentes: “como se chama a doença?”; “Por que se usa o termo COVID-19?”; “O que é SARS e SARS-CoV?”. Para ficar por dentro sovre, vamos conhecer um pouquinho de cada termo:

 

CORONAVÍRUS

 

Primeiro, é importante se atentar que coronavírus não é o nome oficial da doença. Muitas vezes chamado de COVID-19, na verdade seu nome científico é SARS-CoV-2.

 

COVID é a denominação da família do vírus (Coronaviridae), que causa infecções respiratórias. Dentro dessa família, existem variações do vírus, como a COVID-19, que é a doença causada pelo SARS-CoV-2. 

 

Esse número dois simboliza o agente do novo vírus, que começou a circular inicialmente na China, no final do ano de 2019 (por isso o 19 ao final do termo). Sua transmissão ocorre entre as pessoas a partir do contato de olhos, boca e nariz com gotículas infectadas de saliva e catarro. Isso ocorre principalmente quando levamos a mão não higienizada ao rosto ou estamos perto de alguém infectado que fala, tosse e espirra, e as gotículas de saliva que ficam no ar entram em contato com as vias aéreas.

 

Principais sintomas


A tosse seca, febre, coriza e dor de garganta são considerados sintomas comuns, acompanhados de fadiga, dor no corpo e de cabeça. Contudo, no caso de pessoas que se encontram no grupo de risco, como idosos e pessoas com doenças cardíacas e diabetes, por exemplo, há mais probabilidade de desenvolverem complicações graves, como falta de ar e dificuldade de respirar.

 

Como se prevenir da covid-19?


Atualmente, no Brasil, existem quatro vacinas contra a Covid-19 disponibilizadas pelo SUS: a CoronaVac, Janssen Vaccine, Pfizer e Fiocruz e AstraZeneca. Todos esses imunizantes são aprovados pela Anvisa, a agência de regulamentação do setor que avalia os processos e dados recebidos do ponto de vista de comprovação de qualidade, eficácia e segurança. 

 

E embora boa parte da população já tenha se vacinado com pelo menos duas doses, muitas orientações de combate à doença ainda estão em vigor como utilização do álcool em gel e lavar bem as mãos e utilizar máscara em transportes públicos e locais fechados. 

Dúvidas?